2 1A SOLIDARIEDADE NECESSÁRIA

Dante López

Ex-presidente da CEPA (2008/2016)

Muito se tem falado sobre solidariedade nestes dias em que temos acesso irrestrito à informação e que nos permite assistir quase que instantaneamente as notícias que acontecem em qualquer lugar do

mundo.

Mas o bombardeio de informações é tanto que nos gera uma espécie de ansiedade pelo fato de não sabermos como agir ou pela angústia de saber que pouco podemos fazer frente a tantas situações adversas.

Um estupro, um assassinato durante um assalto, um acidente em que morre uma criança ou até mesmo uma família inteira. Um país que mergulhada no caos pelo autoritarismo de um grupo, um que ameaça explodir atacando outro com mísseis nucleares, milhares de imigrantes que se encontram à deriva quando não morrem em massa em um naufrágio... e um longo etcétera.

Como podemos ser solidários em semelhante panorama? O que significa ser solidário?

A palavra solidariedade vem do latim “solidus” que significa sólido, inteiro. Isso resultou em "soliditas", que fazia referência a uma realidade homogênea, inteira e unida de onde os componentes deste todo eram de "igual natureza".

Sua raiz etimológica refere-se a um comportamento in-solidum, isto é, que vincula os destinos de duas ou mais pessoas. Portanto, ser uma pessoa solidária não se limita ao oferecimento de ajuda, mas implica em um compromisso com aquele a que se tem a intenção de ajudar.

Para ser solidário então, é necessário se comprometer com a causa a qual iremos nos dedicar.

Então poderíamos pensar em vários níveis de solidariedade, porém vamos por pelo menos dois: a que temos ao nosso alcance com a ação e a que só podemos nos comprometer através do pensamento e do sentimento.

O simples fato de ter uma atitude receptiva às necessidades que nos cercam ou nos manifestam já é um passo na direção certa, a intenção de criar uma energia positiva e mais próxima das pessoas.

Estar na defensiva, para que a dor - "não nos faça mal" - nos fecha ao contato e a ação.

Certamente temos à nossa disposição muitas oportunidades de ser solidários com a família ou com os amigos, ou qualquer pessoa ou instituição que conhecemos e onde podemos atuar e ver o resultado da nossa acção.

Também podemos colaborar com ONGs como a Médicos sem Fronteiras, ou a Unicef, que ajudam a aliviar as terríveis situações pelas quais passam as crianças e as famílias na África e em outros lugares. Uma doação através de nosso cartão de crédito pode fazer uma grande diferença e estaremos colaborando efetivamente para mitigar o sofrimento de alguém de "igual natureza".

Podemos sentir que somos um com nossos irmãos venezuelanos, que estão sofrendo a pior crise de sua história e com nosso pensamento e sentimento pedir por eles para que a sua situação seja resolvida. E podemos expressar a nossa solidariedade com aqueles que são nossos amigos e chamá-los oferecendo-lhes apoio afetivo e/ou econômico.

As tremendas crises de corrupção que estão acontecendo na América Latina nos convidam a não ficarmos calados e atuar "solidariamente" levantando nossa voz para que se tome consciência de que nada vai mudar se permanecermos indiferentes e assim continuaremos a sofrer este tremendo flagelo da imoralidade dos políticos que se aproveitam da inação para continuar a cometer crimes.

Como espíritas, sabemos que cada uma de nossas ações impacta no concerto universal, portanto, cada pequeno ato que fazemos terá sua influência na melhoraria da situação de quem sofre.

O convite deste breve artigo é promover a ação participativa frente aos problemas que estão acontecendo em nosso planeta. Cada um de nós pode fazer a diferença com seu pensamento, com seus sentimentos, mas acima de tudo com a sua participação.

Podemos estar felizes desfrutando da família e gratos quando estamos longe de situações adversas, mas nos sentiremos em paz quando formos capazes de nos sentir solidamente unidos aos que sofrem, não para sofrer com eles, mas sim fazendo uma contribuição efetiva para que eles recebam um bálsamo.

"A solidariedade é um gesto que retorna" estejamos alertas, a necessidade existente é grande.